O nome surgiu na década de 60, quando dois motoqueiros de Ribeirão Preto, resolveram sair da estrada principal e irem até o alto das montanhas e na volta já à tarde para comer mangas e ouvindo o barulho das águas, resolveram conhecer o local. Ficaram surpresos e encantados demais, era um paraíso de piscinas naturais com diversas cachoeiras de águas cristalinas que corriam sobre quase um mármore predominantemente branco. De certa forma um pouco perdidos discutiam, um deles dizia esse lugar é um paraíso precisamos conhecer mais num espírito de aventura, o outro dizia que precisavam ir embora que estavam perdidos. Ao relatarem o acontecido aos amigos surgiu o nome quando um disse: encontramos um Paraíso e o outro retrucou, Perdido.